Júri Simulado é promovido na Evangélica de Rubiataba - Facer
  • INÍCIO
  • INSTITUCIONAL
  • UNIDADES
  • VESTIBULAR
  • <
  • ENADE
  • CURSOS
  • SERVIÇOS
  • NOTÍCIAS
  • CONTATO
  • Júri Simulado é promovido na Evangélica de Rubiataba

    15/03/2018 às 18:38

    Foi realizada nos dias 5, 6 e 7 de março mais uma atividade de Júri Simulado dos alunos do 1º período de Direito da instituição, no auditório da Faculdade Evangélica de Rubiataba.

    Baseado no clássico inglês, foi apresentado o caso dos exploradores de caverna do autor Lon L. Fuller.

    A iniciativa é uma atividade acadêmica realizada a partir da disciplina de Introdução ao Estudo do Direito ministrada pelo professor Pedro Henrique Dutra, que procura, em uma perspectiva multidisciplinar, propiciar ao aluno ingressante na instituição uma visão holística das ciências jurídicas e do curso.

    A atividade contempla um dos grandes eixos de atuação da Faculdade Evangélica de Rubiataba, que é a extensão, abrindo para a participação de toda comunidade de Rubiataba. O Júri Simulado recebeu, durante os três dias de discussões sobre o livro, egressos que motivaram os estudantes na continuidade do curso.

    Na oportunidade, estiveram presentes os egressos Anielle Cristine de Paula Izarias, Alessandra Lusia da Silva, Bianca Silva Nascimento de Paula, Laísa Martins de Bessa, Luciana Baracho de Medeiros Vilela, Joselita Ventura dos Santos Gomes, Gilvan Batista da Silva, Gislaine Silva Oliveira, Leonel Rodrigues de Lima, Lidia Fernanda Alves Lima.

    Representado a sociedade civil, estiveram presentes o Dr. Achiles João da Silva, presidente da seccional Rubiataba da Ordem dos Advogados do Brasil, o médico Dr. Pedro Henrique O. Castro e a enfermeira e também Bacharel em Direito Drª Patrícia Araujo.

    Depois da realização do evento o professor Pedro Henrique Dutra conversou com as turmas para obter um feedback das atividades. Foram identificados pontos fortes, como a experiência de falar em público, a interpretação e análise do texto literário. Também foi apontada pelos acadêmicos a importância do contato com as primeiras fundamentações legais do ordenamento jurídico brasileiro já no inicio da faculdade de Direito. Na avaliação, os acadêmicos de maneira geral afirmam que aprenderam muito e que se sentem motivados a continuar no curso, conforme pontuou a direção da faculdade.